“O livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.” Mario Quintana

No dias atuais, não há o que contestar, o mundo digital impera e, ainda bem porque a gente pode comprar roupas, comidas, remédios, espiar aquela pessoa que você não quer que saiba que você está espiando (rs), fazer consultas online, ler um bom livro, enfim,  tudo sem sair de casa.

Mas, quando o assunto é ler, na minha humilde opinião, nada supera um bom livro com capa, páginas, com cheiro de novinho e sentar numa lugar tranquilo para fazer uma leitura agradável.

Há um tempo venho pensando no meu ranking de livros de cabeceira, o que achei bem difícil, acho essa questão bem pessoal e, por isso, pensei muito e resolvi ranquear meus escritores prediletos, que conseguem me envolver em suas histórias criativas, inteligentes e sempre muito interessantes. Para tanto, fiz uma junção de escritores que admiro muito, entre brasileiros e portugueses (claro, o sangue português da minha família tem que estar presente…rs):

1)Machado de Assis, aqui é bem controverso, pq há quem ame e quem odeie..eu amo..Quincas Borba foi um dos livro que li e  que  mais me prendeu atenção, mas, convenhamos, a Capitu, em Dom Casmurro, é ponto alto, porque até hoje há a grande dúvida sobre a questão central da traição: houve ou não houve?..E convenhamos, só de haver dúvidas, até os dias atuais, já basta para tornar o Machado de Assis um dos maiores escritores de todos os tempos…

2)Jorge Amado, conheci esse escritor por causa de Capitães da Areia, e, claro, quando fui a Salvador, fiz questão de ir a casa do escritor…ele conseguiu passar a mágica da Bahia para o papel, fantástico! Um verdadeiro artista!

3)Miguel de Sousa Tavares, português, jornalista, ele tem uma série de livros que são interessantes, que prendem muito a atenção, pois possuem em sua narrativa uma mistura de história e ficção. Conheci em uma das minhas viagens para Portugal o livro Rio das Flores e, depois desse, sempre que posso, leio algum livro dele.

4)José Saramago, sim, também português..mas, adoro, livros difíceis de ler pela estrutura como o autor escreve, porém sempre com um tema muito atual e com críticas indiretas a sociedade, que nos dias de hoje são muito propícias. Ensaio sobre a Cegueira, li há mais de 10 anos, e, para mim, a reação da população, no geral, frente a diversos acontecimentos atuais estão bem descritas no livro. Vale muito a pena.

E você? Quais seus escritores preferidos? Qual seu ranking? Comentem…

 

Compartilhar

Digite para procurar

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.